Aquele lado de mim, que também pode estar dentro de cada um de vós(nós).
 
InícioFAQCalendárioGaleriaBuscarRegistrar-seConectar-se
Últimos assuntos
» Castanheira de Pera
Dom Maio 26, 2013 5:07 am por JPais

» Bairrada e cogumelos com Jose Porvinho
Qua Nov 14, 2012 12:44 pm por JPais

» Jose Porvinho Convida :
Qua Nov 14, 2012 12:22 pm por JPais

» O Mundo dos cogumelos com Jose Porvinho
Qua Nov 14, 2012 12:10 pm por JPais

» O Mundo dos Cogumelos
Qui Jan 26, 2012 8:20 am por JPais

» Aidos da Vila - O Mundo dos Cogumelos
Seg Jan 02, 2012 10:33 am por JPais

» Leitão à Bairrada - Maravilha de Portugal
Ter Ago 23, 2011 2:44 pm por JPais

» Amostra aleatória
Seg Ago 01, 2011 4:58 pm por José Porvinho

» ANO INTERNACIONAL DA BIODIVERSIDADE
Ter Jun 21, 2011 1:56 pm por José Porvinho

2010
Volte sempre!
Portugal
Visitantes
litterature
PT
Social bookmarking
Social bookmarking digg  Social bookmarking delicious  Social bookmarking reddit  Social bookmarking stumbleupon  Social bookmarking slashdot  Social bookmarking yahoo  Social bookmarking google  Social bookmarking blogmarks  Social bookmarking live      

Conservar e compartilhar o endereço de José Porvinho em seu site de social bookmarking

Conservar e compartilhar o endereço de José Porvinho em seu site de social bookmarking

Compartilhe | 
 

 QUANDO O SENTIMENTO TEM TODO O SENTIDO

Ir em baixo 
AutorMensagem
José Porvinho
Owner
Owner
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 216
Idade : 54
Emprego/lazer : Eng.Florestal/escritor/técnico
Localização : Castanheira de Pera/Bairrada
Data de inscrição : 26/11/2008
Sociavel : 10
Pontos : 3977

MensagemAssunto: QUANDO O SENTIMENTO TEM TODO O SENTIDO   Ter Dez 09, 2008 9:41 pm

Nunca podemos menosprezar os sentimentos de uma pessoa; quanto mais, os de todo um povo!Podem-se contrariar lógicas e vontades.Podem-se retardar atitudes e convicções.Podem-se transformar ideias e ideais.Podem-se não se satisfazer razões e projectos.Mas não se podem transformar, comandar, adiar, contrariar e muito menos, menosprezar aquilo que verdadeiramente as populações passam, sentem e sofrem – se for caso disso. Quanto mais, retirar-lhes aquilo que têm e conseguiram com o amor próprio e numa partilha permanente, a causas, feitos, obras, sonhos, terras e pessoas!A decepção sentimental, a rejeição, o abuso e o menosprezo, dói de corpo inteiro e ainda passa muita dessa dor para os outros! Portanto, senhores decisores e altos responsáveis, não dêem cabo das dinâmicas e não cortem com as emoções – muito menos, a direito. E não se esforcem tanto para arranjar alternativas frias, incoerentes e que beliscam a capacidade colectiva e põem em perigo os seus mais intrínsecos, vividos e sentidos sentimentos.O sentido desses sentimentos é total e a sua dimensão é verdadeiramente incomensurável. Portanto, meçam bem o que fazer e como o fazer; e evidentemente, sem nunca menosprezarem, porventura, o que de mais nobre e forte as populações possam ter – os seus sentimentos. Eles podem ter uma profundidade, uma força e um alcance indescritível e inimaginável numa pessoa; quanto mais, quando se trata de todo um povo!Como qualquer sentimental, o povo também não aceita desculpas baratas e decisões de lesa pátria; quanto mais, o menosprezo pelo valor do que sentem. E que quando é muito e grandioso, então é melhor reconsiderar; senão o sentimento é capaz de tudo – até de apagar a razão e de fazer mover moinhos. É nessas ocasiões, que por vezes, acontece história e já ocorreram desgraças e/ou se fizeram grandes maravilhas.A vida carregada de sentimento é imprevisível e pode ser de uma grandiosidade, que pode elevar a própria realização do viver, até aos limites da excelência.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.joseporvinho.net
 
QUANDO O SENTIMENTO TEM TODO O SENTIDO
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» O evangelho já foi pregado em todo o mundo ??
» Sentido da agulha de uma bússola
» Um paralelogramo
» Amar é uma decisão, não um sentimento
» Todo mundo sabe, menos eu

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
José Porvinho :: Textos-
Ir para: